Quais os principais tipos de vendedores e suas características?

2022-10-11T15:02:19-03:0011 outubro, 2022|Capacitação no Varejo, Gestão de Pessoas no Varejo|

Você conhece os principais tipos de vendedores que existem no mercado varejista? Conhecer os perfis da sua equipe de vendas te ajudará a realizar mais vendas. Afinal, são eles que ficam na “linha de frente”, ou seja, eles mantém contato com os clientes e conhecem de perto, suas dores e sonhos.

Assim, com o intuito de ajudar os lojistas a montar um time de vendas de sucesso, nós, da Casting, criamos este artigo!

Se você quer entender quais dos tipos de vendedores é ideal para a sua loja, nós separamos os 5 principais perfis do mercado. Portanto, continue a leitura e os conheça.

1- O “amigão” do cliente

A estratégia de venda deste tipo de vendedor é fechar as vendas baseado no apelo emocional dos clientes. Eles costumam agir em busca da simpatia do cliente e, dessa forma, tenta levá-lo a comprar os produtos da loja. Este perfil de vendedor possui vantagens como a facilidade na fidelização dos clientes, além disso, eles são bons em convencer os que são indecisos.

Porém, apesar de obter algum sucesso, esses vendedores terão problemas ao lidarem com ambientes mais burocráticos. Afinal, a intimidade construída com o cliente o faz não insistir na negociação e isso pode não ser muito bom para o negócio.

2- O vendedor racional

Ao contrário do perfil de vendedor citado anteriormente, este perfil é mais racional, ou seja, o seu foco é fechar a venda através da lógica. Eles possuem um profundo conhecimento do produto que vendem, bem como, do mercado em que estão inseridos. Dessa forma, eles conseguem convencer um cliente mais pragmático com muito mais facilidade.

Apesar disso, ao precisar lidar com clientes mais sensíveis emocionalmente ou até mesmo o próprio sistema comercial de organizações contemporâneas pode prejudica-lo.

3- O conformado

Este tipo de vendedor é conhecido por fazer inúmeras visitas e receber muitos “nãos” até que consiga fechar alguma venda. Porém, mesmo que as suas ações não produzam um bom resultado, ele não busca por mudanças na sua postura ou estratégias de venda.

Ele costuma conhecer bem o produto que está vendendo, contudo, só diz algo quando o cliente o questiona, assim, ele acaba perdendo muitas oportunidades.

Se você se identifica com este tipo de vendedor ou tem alguém na sua equipe com este perfil, busque aplicar um treinamento em vendas consultivas. Dessa forma, você conseguirá podar os pontos menos desenvolvidos deste vendedor e fortalecer as suas qualidades.

4- O vendedor consultor

Em comparação aos dois primeiros tipos de vendedores que apresentamos neste artigo, o consultor consegue utilizar as qualidades de ambos os perfis. Ou seja, eles se utilizam de argumentos lógicos, bem como, do apelo emocional para convencer o cliente a fechar negócio com ele.

Além disso, eles conseguem conquistar a confiança dos clientes quando apresentam o produto e também se mostram preocupados em atender as necessidades deles. Porém, um ponto a ser trabalhado pela gestão neste tipo de vendedor é que, por ser sincero demais, pode acabar exaltando a concorrência.

CTA ebook treinamento e capacitação

5- O vendedor companheiro

Por último, mas não menos importante, o vendedor companheiro é um dos tipos de vendedores mais cobiçados pelas maiores lojas do ramo varejista.

Eles são muito empáticos, eficazes e conseguem gerar conexão com o cliente em todos os pontos de contato da jornada de compra. Além disso, eles conhecem o produto e o mercado de atuação com profundidade e busca atender as metas da loja sem ferir seus valores. Assim, esse “match” causado entre os valores do empregador e do empregado possibilita o crescimento de ambos no mercado.

Como contratar o tipo de vendedor correto?

Para compor a sua equipe de vendas com os tipos de vendedores mais alinhados aos valores da sua loja, esteja atento ao processo de recrutamento.

Tenha em mente que, ao escolher o perfil do vendedor que irá trabalhar na sua loja, irá influenciar no seu branding. Por exemplo, imagine que uma loja de departamentos faz uma campanha nas redes sociais falando sobre a qualidade do seu produto. Contudo, ao chegar na loja, os funcionários acabam não dando a devida atenção ao cliente ou, simplesmente, não mantêm uma boa comunicação entre si. Isso torna a experiência de compra terrível que poderá prejudicar a sua loja a longo prazo.

Portanto, se certifique que o time de recrutamento e seleção de pessoas conseguirão escolher os profissionais de vendas que estejam mais alinhados aos seus valores. Ou seja, usufrua da aptidão de psicólogos para identificar a veracidade das informações passadas pelos candidatos.

Complementando a aptidão de cada vendedor

Levando em consideração, percebemos que as características dos principais tipos de vendedores do varejo podem ser desenvolvidas através de treinamentos. Porém, qual o papel da liderança nesse processo de desenvolvimento?

Descubra agora algumas atitudes que você pode ter para contribuir no desenvolvimento da sua equipe de vendas.

Seja paciente

A paciência é uma virtude, ainda mais no ramo varejista, onde é preciso levar o cliente pelo funil de vendas de uma forma orgânica. Além disso, existem as diversas decisões que devem ser tomadas pelos níveis hierárquicos e também pareceres de cunho financeiros, jurídicos, econômicos e até sociológicos.

Se atualize constantemente

O mercado varejista sofre alterações quase todos os dias, o avanço da tecnologia impulsado pela pandemia trouxe novos canais de venda. Por exemplo, há uns anos atrás, ninguém imaginava que o WhatsApp seria utilizado para vender produtos. Da mesma forma, não se pensava em Drive thru em setores que não eram alimentícios.

Portanto, esteja sempre atento às novidades do varejo para que a sua loja não fique atrás da sua concorrência.

Tenha jogo de cintura

A profissão de vendedor é muito desafiadora e, algumas vezes, o profissional se encontra em uma “saia justa” por diversos motivos. Logo, é necessário ter muito jogo de cintura para negociar com o cliente sem descumprir alguma regra da loja.

Por exemplo, em muitos negócios, utiliza-se o desconto como uma forma de concretizar a venda, porém, essa prática pode trazer prejuízos à loja. Portanto, busque trabalhar a gestão emocional do seu time para aprimorar esse contato e tornar menos complexa a resolução dessas situações.

Agora que você aprendeu sobre os tipos de vendedores, coloque em prática o conhecimento adquirido pela Casting!

Gostou desse artigo? Então acompanhe o nosso blog para se manter atualizado a todas as novidades do mercado varejista. O nosso objetivo é te tornar um empreendedor de sucesso!

Compartilhar este Artigo

Deixar um comentário

Ir ao Topo